terça-feira, 30 de maio de 2017

quando o sujeito é você
tanto faz se por baixo ou em cima
o gozo rima sempre com a rima

quinta-feira, 4 de maio de 2017

poética


Meu eu lírico
Não é bom de prosa
provoca, tímido, 
Depois reprova
Se ela goza

Meu eu lírico
É cínico:
Destoa da rima
Declina o verso
Inunda... voa
Sobre tua segunda pessoa

segunda-feira, 1 de maio de 2017

terça-feira, 18 de abril de 2017

segunda-feira, 17 de abril de 2017

domingo, 16 de abril de 2017

como se fosse
um passo, na dança
ela se lança
como uma qualquer:
dama da rua
se insinua
como um abajur
à pilha
ela brilha
como se fosse chama
ela arde
e ama

sexta-feira, 31 de março de 2017

malícia digital

tenho
entre as pernas
um monte
um mantra
uma caverna
uma gruta
estalactite
estrelas
estrias
um pouco de celulite
uma explosão
de alegria

guardo
entre as pernas
nas entrelinhas
um (uni)verso
um verbo de dentro
por baixo
em cima
sonetos
uma porção de rimas

entre as pernas
reverbero
segredo
- para revelar
minha poesia
só falta você chegar

cheio de dedos


sexta-feira, 24 de março de 2017

amanhã: ser


às vezes
me sinto lua
a iluminar o quarto
às vezes
me vejo nua
[às vezes não me vejo]
nas melhores vezes
me desejo
tua

terça-feira, 21 de março de 2017

silêncio e insônia


Me deito
Concentro no peito
A falta do corpo
Um sonho ausente
Me deixo
Na ausência do sono
Rotineiro
vago travesseiro

segunda-feira, 20 de março de 2017